sábado

Pq temos uma cena tão fraca de BDSM no RJ?

Compilação de uma postagem feita por mim no site Fetlife, e a transcrição das respostas mais pertinentes na minha opinião.

Usuário Dalek:
"Minha humilde opinião é que BDSM é tão gueto que as pessoas se estapeiam por migalhas ao invés de tentar fazer a coisa crescer. O exemplo mais gritante disso é a forma com que os """""mais velhos"""" tratam os mais novos.
Balelas como "o verdadeiro bdsm" ou "tem que estudar muito" "bdsm é muito sério" e falas do gênero são normalmente usadas para forçar uma suposta autoridade dos antigos aos novos, uma autoridade que nem de longe é merecida.
Isso acontece em qualquer meio "você não é metaleiro de verdade" "você não é nerd de verdade" etc, criando-se o espado dos de dentro fodões e que fazem as coisas "de verdade" e os outros que tem que abaixar a cabeça, calar e obedecer.
Não se acolhe pessoas novas com o tom de "que bom que você tá aqui, fala pra gente como você vê o BDSM hoje" em oposição é "a verdade sou eu, siga o que eu falo se não você é falso".
Uma parcela significativa de perfis de dominadores adora exibir "X anos de bdsm" como se esse tempo, isolado de outras coisas, tivesse qualquer importância.
Talvez por o BDSM abraçar muita gente com problemas de auto estima, identidade, imagem etc, as opressões que essas pessoas sofreram acabam sendo refletidas dentro do espaço."
Usuário: Domjosebarbaro:
"É pq o Rio de Janeiro é a terra do erotismo , basta ir à praia , a lapa , aos bares , lá estará cheio de gente e cheio de alegrias , ainda mais com esse bdsm engessado que existe no rio , cheio de regras babacas , carioca gosta de diversão e de gente feliz , gosta do sol , gosta de bunda grande , gosta de mulherão , então camarada no rio vc terá muita putaria , mas sem tantas regras , pq carioca odeia regras , adora chinelo de dedo e alegria , eu mesmo sou praticante de bdsm e não curto nada aqui no rio , é muito cacique para pouco índio e os caciques sempre querendo levar vantagens financeiras, perde a essência quando se introduz dinheiro, essa é apenas a minha humilde opinião , não significa ser a correta , desde já abraços."
Usuário: Discreto_Lord:
Sou carioca, eu e minha esposa somos calouros no universo BDSM. Estamos tentando ingressar nessa arte misteriosa e venho enfrentando resistência dos praticantes mais antigos. Encontro muito egoísmo e soberba. Não quero generalizar e rotular todos os praticantes, já criei amizades no meio, encontrei mais simpatia na galera de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Alem, existe excelente matérias didáticos abordando sobre o assunto. Cada um com suas personalidades, ninguém é brigado a ser o que não é. Mas atitudes que tomamos influênciam no nosso meio.
Outro ponto que gostaria de salientar é quantidade de aproveitadores. Indivíduos que não sabem aproveitar as oportunidades e intimidam e desmotivam a prática."
Usuário: DomErik135:
Como citado anteriormente pelos amigos @Dalek e @Discreto_Lord realmente, há um grande problema de "veteranos x calouros", creio que isso é algo que mata o bdsm daqui e de qualquer lugar, a ideia de tempo no bdsm. Eu sempre digo que o bdsm é poesia, não liturgia (claro, sem ignorar conceitos vitais como a famosa tríade SSC) porque sei o quanto é irritante pessoas que tratam o bdsm como um livro de regras. E como dito pelo @IMPERATORBDSM, não é algo exclusivo do bdsm. Bem, algo que acho interessante de ser levado em conta são os índices de praticantes e eventos BDSM mais voltados para Centro e Zona Sul, isso pode se dar por vários fatores, mas creio que o mais provável seja a ideia do "bdsm elitizado" que filmes como 50 Tons reforçam com um dominador que anda de helicóptero, e como dito pelo @Domjosebarro em uma breve análise do Rio de Janeiro (que ao meu ver está de parabéns): "...É muito cacique para pouco índio e os caciques sempre querendo levar vantagens financeiras, perde a essência quando se introduz dinheiro...".
O debate segue no Fetlife, caso queira acompanhar, segue o link:
https://fetlife.com/groups/1959/group_posts/12173772?page=1#group_comment_111982733

Nenhum comentário:

Postar um comentário