terça-feira

***Submissas/os, atenção*** e ***Dom/Domme, não percam seu tempo***

Após dezenas de contatos com "time wasters" (Aqueles que desperdiçam seu tempo), resolvi abordar o tema dos "zé punhetas".
Começo a falar de um tema muito frequente e de gente sem caráter, muitas das vezes cometidos por pessoas já vividas, maduras, velhas, ou moleques de cara pra uma tela.  Depravadas e covardes, que não tem coragem de assumir e encarar de frente o BDSM, que não tem coragem de ultrapassar a barreira do papo e ir para prática! Vc deve estar se perguntando, "Hã, como assim? 

Então, vou responder da forma mais objetiva possível, os famosos "zé punhetas", um certo tipo de gente que só quer te encher o saco, sendo escravo/a, submisso/a e até mesmo Dominadores/as, aquela pessoa que só alguém pra falar coisas sujas e ficar excitado e então ir correndo no meio da conversa se masturbar e sumir, e depois aparecer um tempo depois alegando problemas, dando desculpas esfarrapadas, por exemplo: "- desculpe Sr/a, estava  dirigindo", "desculpe Sr/a, a internet caiu", "desculpe Sr/a, tive que resolver uma emergência"; E eu me pergunto: "Quem esse idiota acha que está enganando?!"

Dito isto, se você for um zé punheta de plantão, um loser, um desocupado, um depravado, uma pessoa que vivi de mimimi e sem noção, SUMA! Nem entre em contato! Vejo gente na casa dos 50 anos com esta postura, sinto vergonha alheia e nojo, se não aprenderam até agora a encarar seus prazeres, ter autocontrole e viver uma vida plena, livre de preconceitos e respeitando a outra pessoa com a qual esteja negociando uma D/s ou até mesmo uma única sessão, não aprenderão nunca!

***Submissas/os, atenção***
Se você começar a negociar com alguém, seja você submissa/o e o suposto Dom/Domme já chegue te chamando de "minha cadela", "minha putinha", "vc já é minha", "eu sou seu Dono agora", coisas do tipo, eu digo a vc, tenha o exato pensamento: "Oi, esse cara é um babaca, nem nos encontramos e já fala que sou dele", conselho que eu dou, "CORRA"! Bdsm é feito de gente normal, gente de caráter, decidida, e com sanidade, consensualidade e segurança!

Ao negociar, sempre pergunte sobre o que a pessoa pensa a respeito de ser um Dom ou sub, desenvolva a conversa, fique alguns dias, semanas, meses conversando sobre diversos temas, saiba explorar a hora em que a conversa ficará mais intensa e escolha um lugar neutro para o primeiro encontro, por exemplo uma estação de metrô, trem, barzinho, shopping, e se no primeiro contato rolar o famoso sex appeal vá em frente e enfrente a prática; Ps' sempre diga a alguém de sua confiança onde vai e onde estará e até quando irá ficar durante seu encontro, costumo dizer que "O mundo é feito de idiotas"; e sem gente sem noção".

Agora, se no primeiro contato não rolar aquela vontade e brilho no olho, não force nada, aja como uma pessoa normal em um primeiro encontro e não como uma submissa, não se submeta assim de cara! A submissão se conquista, e esta é uma Obrigação do Dom/Domme!

***Dom/Domme, não percam seu tempo***
Se do nada surge um "serhumaninho" na sua timeline do Fetlife, Verdugo, Instagram, Face... Dizendo coisas do tipo: "- Sr/a quero ser seu capacho", "- Sou seu verme, me humilha, eu imploro", "nasci para te servir", "minha alma é sua, minha Deusa".... E por aí vai...
Fica a dica "BLOQUEIE", são mais uma vez os membros dessa raça ruim, que conhecemos como "zé punhetas"! Eles farão você perder seu valioso tempo, desperdiçar sua atenção, e te fazer ficar até frustrada/o com toda ilusão da expectativa criada! 
Eles não querem nada, não querem D/s, não querem ter sessão, só querem te usar e serem humilhados com palavras sujas e irem correndo se masturbar e te deixar a ver navios, sem entender pq do nada o cara sumiu da conversa.

2 comentários:

  1. Senhor Imperator, este texto é muito apropriado. Eu me identifico muito com o Senhor e estou de total acordo com suas avaliações.
    Estou neste meio há muitos anos e aprendi a respeitar a todos. Mas aprendí também a identificar aqueles ou aquelas que pretendem apenas ter uma relação sexualidade mais apimentada ou quem está a procura de marido, esposa ou até mesmo amante
    Meu respeito e admiração pelo Senhor são agita maiores.
    Sei que se não houver condições de vir a seevi-los, de alguma maneira, já pensou na possibilidade de virmos ser amigos neste meio tão difícil, complexo e preconceituoso que é o BDSM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vindo, fiq à vontade para entrar em contato

      Excluir