quinta-feira

Engraxates

Sábado a noite chega e o Senhor e a Senhora se preparam para sair, mas como as escravas estiveram o dia ocupadas esfregando o chão com as escovas de dentes, não tiveram tempo para engraxar os sapatos do Dono e da Dona. Uma voz autoritária grita: - escravas venham aqui, tragam a graxa para lustrar nossos sapatos, temos uma longa noite! - disse a Imperatriz.
Rastejando e sujas após dois dias sem tomar banho, com a sujeira entranhada nas carnes de porca e o suor seco e as coxas cheirando a libido, as duas escravas se jogam ao chão, aos pés soberanos do IMPERATOR e da Imperatriz, e babando pelo privilégio de servir e cuidar àqueles que as têm.
O Soberano IMPERATOR satisfeito com a devoção das escravas, concede a elas o privilégio de se masturbar roçando a boceta no couro das suas botas e após a explosão do orgasmo elas gritam : - obrigado Senhor! Obrigado meu Soberano! Obrigado por sermos tua e viver para o Teu prazer, nosso Mestre Amado!


Nenhum comentário:

Postar um comentário